Eu tenho medo do suburbano Aveiro <-> Porto

Começa a ser crítico pensar que nos pode calhar na rifa ficar ao pé de um espécime peculiar ou assistir a uma cena teatral qualquer.

Há um mix de emoções a circular nos carris deste comboio, passo a citar as minhas: 

- discussões de namorados, várias em tom bem alto e com direito a chapada no final;
- ciganos romenos a insultarem o pica no seu dialecto por não quererem pagar o bilhete, 
- uma velhinha com um só brinco de filigrana de ouro a olhar o vazio com lágrimas a escorrerem pela cara abaixo;
- escuteiros a cantarem à desgarrada músicas da rfm com gritos histéricos (contribuindo para a minha repentina enxaqueca - nem um nimed me salvou);
- uma senhora 'louca' em pijama ao meu lado rezava num murmúrio, gritava de repente que não devia ter saído do hospital e que ia morrer ali -e pelos ataques de tosse ameaçava mesmo (isto em fase auge da gripe-A foi um medinho de viagem);
- um rapaz em pleno dia 31 de Dezembro a correr pelo corredor, a dar voltinhas a cada varão, vestido somente com um blazer, boxers e meias... (dizia ele que era para ganhar 10€ - vendeu-se por pouco!);
- um casal de namorados que não se conseguia despedir de uma vez por todas - o pica teve que praticamente fechar a porta à força nas caras deles porque não se largavam;
- gente anormal que faz do telemóvel um rádio em pleno comboio e, acreditem parolada: há mesmo muitas pessoas que não querem ouvir a vossa música! (normalmente kuduro, reggaeton, música cigana romena, electro e trance do mais podre, metal do mais odre entre outros) Poupem nas nike shocks e comprem uns headphones jeitosos, podem ser mesmo uns sennheiser para só vocês ouvirem, tá?;
- um miúdo na sua adolescência repleta de acne com uma sweat a dizer em letras garrafais: 'esfrega para veres o génio', com uma seta apontada para baixo. (no comments)

Existem tantas outras mas vocês ainda ficam com medo de algum dia lá terem que entrar...
E isto tudo por quê?
Porque ontem o Del Giorgio sentou-se em frente a um casal de namorados (que é uma "pena" não estar na minha lista): 
- ele, com o seu ar de ressaca e pele muito morena; ela, a ocupar o seu assento e mais meio, mal arranjadinha com um ar a pedir um urgente banho. Estiveram a viagem toda aos beijos... mas sim, beijos profundos, entusiasmados, daqueles que não são para se dar no meio de um comboio cheio de gente. Como se não bastasse, a certa altura, DelGiorgio repara que a mão do namorado desapareceu...e foi parar, à vista de todos, ao 'peitoril-varanda' da sua amada em movimentos tipo 'estou a confirmar que o melão já está bem maduro' durante a viagem... Pois é e, ao olhar para o seu lado esquerdo, no banco do outro lado, estava uma senhora velhota a olhar para o casal, de olhos arregalados...

Alguém da CP - Comboios de Portugal que me leia, (somos só  8 leitores aqui no café mas eu sou crente), ajude-nos; por favor faça alguma coisa! 
Eu só quero pegar em mim e ir sossegadinha a jogar PSP até ao Porto!

11 comentários:

Rosa Cueca disse...

Eu sou uma dessas pessoas que os picas têm de fechar a porta na cara :D

Rain disse...

O que eu me ri com este post e o "peitoril-varanda" foi a gota de água! Muito bom!! Tenho que voltar para Aveiro, a acção está lá ;)

Suricat disse...

Xi uma rapariga que joga psp!
Vamos fazer um grupo no facebook!

muahahaha
A cp tem materia para blog até mais não!
O que me assusta mais são os velhos ... tarados

M. disse...

Já há muito que não faço esse trajecto, mas está visto que continua na mesma :D :D Muito boa descrição!

O blog não tem só 8 leitores...

Ana, Dona do Café disse...

M., não tem oito..mas que realmente lêem cá qualquer coisa, não deve andar muito longe disso. (aqueles 100 seguidores ali enganam :D)

É sempre uma aventura andar no suburbano, contam-se pelos dedos as vezes em que tive uma viagem sossegadinha..

Organismo disse...

Uma vez sentou se um rapazinho ao meu lado que me disse e passo a citar ipsis verbis ''Um gajo sujeito a ser preso, nao tenho culpa que a sua filha coma muitas amburgas'' e eu ha entao ta bem.. lol

Anónimo disse...

tens toda a razão ana, infelizmente cada vez mais é uma aventura andar no suburbano. confesso que não tenho nada contra as pessoas de espinho, mas para mim é a estação mais traumatizante (então em época balnear, é de bradar aos céus). desde velhinhos com gases fortíssimos (daqueles que só lhes falta é ter cor, porque cheiro e barulho há "até vir o homem da fava rica"); jovens que se passeiam em bikinis hiper reduzidos (por vezes ainda molhadinhos, e que "alapam" a bela da peida nos bancos e os molham todos, gerando depois o caos quando se levantam e vai uma senhora toda cheia dos "piripipis" sentar-se e fica com a saia plissada toda molhada). gentinha que parece que não toma banho há tempo demais para ainda estar vivo... homens que fazem questão de ajeitar as "partes mais intimas e salientes do seu ser", como se não houvesse amanhã e estivessem sozinhos na sua privacidade (sem podor em colocar a mão dentro das calças e tudo que mais possa incomodar as vistas). é deveras uma aventura. eu também só gostava de fazer a minha viagem a ouvir o belo do mp4 e a ler descansada, mas perece cada vez mais difícil. haja esperança que um dia vai ser tudo tranquilo nos suburbanos =)

Ana Paula disse...

oh ana, o "anónimo" sou eu =P *

Bruno disse...

Corre-me um arrepio pela espinha abaixo com a Verdade que foi aqui enunciada. Temo pela minha sanidade mental quando entro no...

SUBURBANO PARA AVEIRO!
(agora em 3D, e com som surround)

João disse...

Devo dizer que sou apenas mais um dos que pôde assistir a tristes situações desssas.. e desde então.. sempre que faço esse mesmo trajecto seja porto aveiro.. aveiro porto.. vou sempre de pe junto da porta.. ja para evitar assistir a tais coisas.. :S..

FEAR!!! VERY MUITO FEAR!!!

Ana, Dona do Café disse...

:) este post continua a fazer sucesso.. pois o suburbano não muda com o passar do tempo :D fantástico...