Porque não há quem consiga não gostar disto

Oh, The Temptation from Steve V on Vimeo.


e se há, de certeza que é má pessoa!

15 comentários:

Raul disse...

...é preciso que se perceba que estas crianças não são portuguesas. Tenho por isso curiosidade de um estudo destes feito a crianças em portugal e já agora e porque não também a alguns adultos.

Ana, dona do café disse...

???o que é que interessa estas crianças serem ou não portuguesas?

kids will always be kids.
Se fosse comigo eu não sei quanto tempo aguentava, dependia da gulodice do momento. :P
mas tá fófi pequena Deia, eu sei que te identificas.. :D

Del Giorgio disse...

Admito que não consegui ver o vídeo até ao fim, parei-o no exacto momento em que me apercebi que as crianças não eram bangladeshianas. Estava tudo a correr tão bem...

Raul disse...

A única coisa que lamento é a forma pouco sensata com que se debatem os assuntos neste blog. Cada um é livre de manifestar a sua opinião, já não será livre é de ofender ou ousar enxovalhar e humilhar quem tem ideias diferentes das suas. Depois perguntas-me Ana porque razão já não tens tantos comentários como tinhas, secalhar as pessoas começaram a ver que não valia a pena debater o que quer que fosse contigo e companhia. Se não concordas e se alguém não concorda é só uma questão de se darem ao trabalho de verem as belas respostas que os donos deste espaço dão aos seu convidados, sem conteudo e completamente disparatadas, ficam logo a perceber, se forem minimamente inteligentes claro.

gOti disse...

Como eu não gosto de gomas e afins, aquilo ia ficar intacto :P
Acho que para mim tinha de ser um belo de um Angus X_X
E não, eu não acredito no "kids will always be kids", bastou ver as diferenças de comportamento entre eu e a minha irmã. Ela quando era pequena não aguentava 1 minuto sentada, no entanto eu ficava a tarde toda a montar legos no centro da sala.

Ana, dona do café disse...

Explica-me então o que tem a ver a nacionalidade das crianças com o vídeo, é que, sinceramente, não vejo ligação alguma! Não é implicância contigo mas pq é que Portugal vem à baila?

neste blog não existe censura nenhuma e cada um é livre de dizer o que lhe vai na real gana... ainda bem, pois nem todos os blogs assim são.
Não sei do que falas no teu caso para te sentires enxovalhado e humilhado - vindo de quem defende o sentido de humor da maitê, até gostava de perceber, mas não estou aqui para ser advogada de ninguém nem apoiante e não me vou dar ao trabalho de andar a investigar o que se anda para aí a dizer.

Este blog não tem o propósito de ser um blog de debate, senão em vez de 'comentários', punha 'argumentos/debate aqui'. E, atenção, mesmo nos tempos idos em que havia muita gente aqui, nunca foi para 'debater algo'. Se houver algo para debater, o que me parece não ser o caso, pois então, debater-se-à. Neste caso, certamente a Deia até ficará chocada com o que o seu vídeo, com o propósito único do mesmo ser engraçado, despoleta.

Este é um blog onde cada um dos seus colaboradores é livre de escrever sobre o que lhe apetece -dentro de certos conteúdos "moderados" por mim, visto que o blog é meu- mas digo-te que prefiro não ter comentário algum a ver isto transformado numa batalha campal.

E isto é não tendenciosidade nenhuma, nem cisma, nem defesa, é o que é, e cada um sabe de si.

marshmallows para todos e, como diz o outro, 'roda no ar'!

Raul disse...

Bem, fiquei mais que esclarecido. Nesse caso peço desculpa, enganei-me no BLOG, pensei que estava na presença de pessoas de bem mas afinal o rol de futilidades que para aqui vai, só mostra a ignorância dos seus autores. Sendo este o caso e não tenho qualquer dúvida, prometo que este foi o meu ultimo comentário, desejo felicidades e bons posts a todos. Peço-te por isso que apagues todos os meus comentários, pois segundo tu não fazem qualquer sentido. Censura? Não. Modos de vida...lolol
Adeus

Del Giorgio disse...

Raul, eu ainda não percebi quem te fez tanto mal. Ninguém te insultou, ninguém te mandou embora, dizes as tuas coisas, nós dizemos as nossas, afinal não é isso um blog? Não foi o que tu disseste, que cada um escreve o que quer? Não sabes viver em sintonia com quem te parece diferente? Tolerância, meu amigo. Tolerância! Cada um como é e todos terráqueos :)

Ana, dona do café disse...

a única coisa que pedi foi um esclarecimento sobre o que disseste porque não compreendi e ninguém compreendeu, devemos então ser realmente burros...mas também ao pedir duas vezes e tu não explicares afinal o que querias dizer com aquilo, afinal a culpa já não será nossa.

Futilidade não demonstra ignorância, falta de argumentos, por seu lado já poderá ser sinónimo. Ninguém te insultou para estares com comentários depreciativos desse tipo, ninguém censurou coisa nenhuma.
Ser ignorante, fútil e uma pessoa que não é de bem são características com as quais não me identifico. Mas aconselho-te vivamente a procurares ajuda para essa mania da perseguição porque não é, de todo, normal a tua atitude nem o banzé para aqui armado somente por não concordares com as opiniões das pessoas e não saberes justificar as tuas próprias.
A porta de saída é a mesma de entrada e é tua opção unicamente
Se quiseres, apagas tu os comentários porque não tenho paranóias com censura e não vai ser agora que me vai dar para isso.

Raul disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Del Giorgio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Raul disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Administração do blog Mesa de Café disse...

(os últimos comentários foram apagados devido ao conteúdo dos mesmos; qualquer nova questão sobre os restantes e/ou do mesmo teor serão apagados. para qualquer contacto sobre este assunto, é favor utilizar o email da administração do blog. boa noite)

Miguel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Miguel disse...

1º quero começar por dizer que isto é plágio, pois já tá no meu Facebook desde Setembro. (se lesses o meu Feicebuuuuuk...)
2º quero também dizer que acho muito bem que se torturem criancinhas, já que são tortura para muitos pais e para mim também só pelo facto de existirem.
3º tenho pena que o aborto não tenha sido legalizado há uns anos valentes, assim havia pelo menos um gajo que não comentava aqui. Gente com demasiado tempo livre nas mãos, ou simplesmente não tem vida social (mas tira foto com copo na mão para dizer que sai à noite e tal) Modos de vida, suponho...

Peço desculpa à admistração pela minha futilidade, falta de imaginação, conteúdo, educação, e futilidade (capacidade de jogar futibóu)