de mesa em mesa...

Aqui há uns tempos, o Serafim, falou-me de um certo livro, chamado "Lugares Comuns"... segundo ele "essencial para uma dona do café", curiosa como sou, tratei logo de investigar e...agora posso dizer que fiquei contente por o ter feito.. Não descansei até o encontrar e, mal lhe tracei o rasto e o reservei, alguém se adiantou e deu-mo :). Agora, depois de o ler, achei que o devia partilhar com vocês.
De que trata o livro?
O livro foi escrito por João Luis Barreto Guimarães num café do Porto (o Corcel, no Pinheiro Manso) todas as quintas-feiras, durante um ano.
Finalmente, é com muito orgulho que vos falo dele aqui no meu "café", deixando-vos um excerto para vos aliciar a sentarem-se ao lado do autor numa mesa de café enquanto escreve:
"26 de Outubro
Há muito tempo não me calha um café pela chávena esquinada. Por ela me apercebi que a frequência de rotação das chávenas pelos clientes é em média, de uma vez por mês.
Setembro inteiro passou sem que me tivesse calhado uma curta vez que fosse, a familiar chávena esquinada. Dia após dia rodei a pequena asa branca, na pressa de reconhecer no perímetro da cerâmica aquela ferida antiga. A última vez que a usara, uns lábios tinham-na beijado com tanto afago pela manhã que pelo final do dia trazia ainda indeléveis as marcas daquele afecto. Não é fácil lavar um beijo.
De quando em vez o acaso rasga o espaço do Café e chega-nos desde o balcão, a voz inconfundível de cacos espalhando-se em descuido contra o mosaico do chão.
Desconfio seriamente que a chávena tenha morrido"
Que tal, gostaram? Então procurem numa fnac ou numa bertrand perto de vocês:
Lugares Comuns,
Jorge Luís Barreto Guimarães
editora:Mariposa Azual
+ info aqui ou aqui

12 comentários:

Del Giorgio disse...

gostei mto do livro. pelo menos de to oferecer pq n o cheguei a ler :p *

Carla disse...

Hummm, fiquei cheia de vontade de o ler, obrigada pela sugestão :) Um beijo grande :)

Barão Von Sacher-Masoch disse...

Não há dúvida que são os pormenores que fazem a diferença... na eternidade de cada gesto e momento encontramos a verdadeira essencia da vida, a fenomenologia da existência!
Beber um café (tal como muitos outros prazeres) não é apenas bebê-lo, é mobilizar toda a vida interna e externa para esse momento específico, acompanhando-o de imagens, sons, cheiros, sensações... É quase como um fetiche, em que o todo se resume a um símbolo e esse mesmo símbolo se estilhaça em milhares de emoções, com combinações infinitas, que nos lembram e fazem sentir que existimos e... que aquele café - aquele mesmo - estava destinado a mim...

Traga-me um café, que ele acorda-me para a vida!

Ana, dona do café disse...

Assim o considero... sai um café para o Barão Von Sacher-Masoch, este é por conta da casa! bem vindo.

Carla, tenho passado no teu blog...ainda ontem lá passei, fico sempre boquiaberta por alguém saber tão bem descrever o que sente. se pudesse dar um nobel à expressividade de sentimentos, dava-to sem hesitar *

del giorgio: :) indeed *

rps disse...

Não conhecia, nunca ouvi falar e fiquei curioso.
Saúdo o regresso aos bons posts. Isto tem andado péssimo desde Novembro/Dezembro!

brun0.m@rkez disse...

achei muito original a descrição do senhor, parece um bom livro!
mas epá se for lá a inspecção os gajus chimpam!! não há higiene!? :P

;)

eco de mim disse...

gostei imenso, mas ñ sei se compre... tenho de o folhear 1º!

Wakewinha disse...

Acho que é um tipo de leitura que me iria cativar. Se o que escreveste está na contracapa, seria bem capaz de o comprar só por aquelas linhas. Gostei particularmente da desdramatização ao facto de a chávena ter uns lábios marcados. E da analogia feita com o "não é fácil lavar um beijo"!!! =)

Borboleta disse...

Não é de facto fácil lavar um beijo... Nem dos nossos lábios! Gostei do excerto, vou pensar sériamente nesse caso! Jinhos

Ana, dona do café disse...

Eco de mim : num dos links que te dei podes "folheá-lo", pois tem excertos. Os textos para cada quinta feira são curtinhos, não é maçudo..é interessante :)
Isso isso, folheiem, eu gostei :)
beijinho

eco de mim disse...

obrigada, dona do café, eu percebi. espreitei os links e até reparei q o livro é baratinho, nem alcança (p cêntimos) os singelos 10€!!! ;)

16por9 disse...

gostei bastante do excerto... talvez um dia me de na cabeça e o arranje, parece valer a pena so plo 'traço' da escrita =) Beijoca