sem carros ou sem paciência?

Hoje é o dia europeu sem carros.

Expliquem-me porque é que iniciativas destas, que têm como objectivo promover a consciência social para a poluição ambiental, fomentar a sensibilidade dos peões para o uso de transportes públicos, assim como para os efeitos negativos do tráfego urbano, não percebem que, se fecham as ruas para a circulação automóvel, os condutores poluem muito mais por irem dar grandes voltas na periferia por não poderem seguir um trajecto mais curto?
É preciso ter um bocadinho de noção!
"(...) a Semana Europeia da Mobilidade destina-se a promover um conjunto de acções de mobilização, nomeadamente a utilização de transporte público, bem como outras formas de deslocação urbana menos poluente." ?
Não é por fecharem umas quantas zonas que pessoa x vai tornar-se mais ecológica e mudar a sua rotina diária utilizando transportes públicos.
Não é que eu seja contra a protecção ambiental e que não saiba do impacto da poluição urbana no meio ambiente, simplesmente acho uma iniciativa absurdamente ridícula porque não atinge os fins pretendidos (com tanta gente nem os transportes têm capacidade de resposta suficiente, nem as pessoas que estão habituadas a usar o carro para se deslocarem o deixarão de fazer; cortarem acessos a certas zonas só faz com que as pessoas vão dar uma volta maior para onde se têm que dirigir)...
Sou eu que estou a ser mesquinha? O que acham?
[notícia]

13 comentários:

brun0.m@rkez disse...

Bem eu cá depois de ter sido assaltado dentro de um autocarro às duas da tarde, onde ninguém fez nada para me ajudar, não dispenso o meu bólide!!
E não é um dia desses que vai mentalizar seja quem for!

Para as pessoas, tenho a certeza, que será mais uma "paneleirice" com que têm de levar num dia-a-dia já bastante stressado...

*

atari disse...

é pena vivermos neste país de broncos onde as pessoas têm q levar o carro para todo o lado. só n o levam pra dentro dos sítios pq n podem, mas há quem tente (vejam a quantidade de carros estacionados em cima de passeios, passadeiras ou 2a fila).
é pena q os nosso pseudo-governantes n proibam os carros nos centros das cidades.
cabe a cada um de nós fazer o q acha q está mais certo, n se importando com modas, ou com o q os amigos irão pensar qd nos virem de autocarro ou metro.
"i can´t change the world / but i can change the facts / and if i change the facts / i might change the world" (ou qq coisa assim parecida) - já diziam os depeche mode

inconfidente disse...

Acho que estás coberta de razão...é só para inglês ver.

Ana disse...

Tambem acho que é uma perda de tempo... Há pessoas que paproveitam este dia para ficar em casa, ja que os inconvenientes são muitos!
Aconteceu o ano passado!

Black Cat Thirteen disse...

por acaso concordo contigo. mas acho que neste dia deviam distribuir bicicletas gratuitamente para as pessoas se deslocarem, pelo menos =P

é dificil quebrar hábitos...

beijos Ana

Del Giorgio disse...

"os condutores poluem muito mais por irem dar grandes voltas" tens toda a razão pq já dizia o outro "oh menina: vai dar grande bóooooolta!!!"
eu cá acho q só deviam cortar a circulação às estradas em areia pq fazem mto pó e eu espirro. as de espiche tão bem assim.
tirando isso, andei de metro à borla.

Teoriazita disse...

concordo q há outras maneiras de cativar as pessoas, algumas destas iniciativas só criam uma resistência ainda maior!

rps disse...

Aquilo que acho, escrevi ontem no meu blog. É grande para por aqui. Mas sou contra.

claudio disse...

konkorduh ctg ana k mais se pudera dizer mas istuh e mais pra te deixar um kiss aki vai ele
kiss ana lolo

Anónimo disse...

Não sei como foi aí , mas aqui na Guarda, foi simplemente o caos. Como não podia deixar de ser, e apesar de ser só um dia, as voltas pelos percursos alternativos superaram de longe a poluição/transito/confusão gasta nos dias normais. Realmente é bom que haja iniciativa de sensabilizar o povo e tal..mas talvez resultasse melhor, uma promoção noutros meios de comunicação, aos transportes públicos e à iniciativa de andar a pé.
Qualquer das formas, não nos podemos esquecer que estamos às portas de eleições, logo tudo o que for para inglês ver ( e agora os ingles somos nós eleitores) é perfeitamente típico neste ninho de politicos incompetentes que chama Portugal.

Frederico C.

Å®t_Øf_£övë disse...

Dona do café,
Não estás a ser nada mesquinha, este é o dia europeu sem carro à força, porque se assim não fosse não era necessário fechar ruas...
Boa semana.
Bjs.

Pecola disse...

ouvi dizer que foi um fiasco total..

ups disse...

Acabei de chegar e começo logo a mandar postas.

A iniciativa em si serve apenas para lembrar que existem alternativas, e por vezes melhores.
Neste ano era gratuito andar nos transportes públicos no Porto, no entanto niguem sabia disso e por isso também não os aproveitaram.

Uma coisa é certa: apesar de precisar de andar mais a pé para chegar à estação, vou começar a ir para a faculdade de metro. Acho ridiculo estacionar em 3ª fila (sim, já vi acontecer) só para ficar com o carro mesmo em frente à porta. Nem 100 metros as pessoas andam.