I'm a lobster (mas eu pus creme, juro! o factor não digo, senão começam-me a dar sermão)


Uiiii, série de dois escaldões seguidos! Desta vez as minhas costas não aguentaram...ou seja, quase nem consigo estar deitada e mexer-me é sempre uma aventura. (sim, a menina venceu os complexos e foi pa praia...e até de biquini conseguiu ir - ninguém à vista...shhh!)
Pareço daquelas miúdas da terra da rainha Lilibeth ou os Francíus que quando vêm cá ao nosso país apanham os maiores escaldões de que há memória...
E estar na esplanada da praia e ouvir coisas tipo: "Ruben António, viens ici!!"?
Depois são os putos histéricos com fatos de banho fluorescentes na beirinha da água com as respectivas mães e avós (tias, primas, etc) a guinchar e a molhar todo o ser que passe num raio de dez metros e esteja a saltitar para conseguir entrar na água (até levar com uma chapada de água do Ruben António).
Outra coisa: que mania é essa de os pais porem as criancinhas a fazerem xixi para a água? É que é tão agradável estar a entrar na água e olhar para o lado e estar a Vanessa Micaela a ser içada pelo progenitor para largar águas... é o degredo!
Enfim...as costas e os braços estão-me a doer tanto, que nem consigo escrever aqui direito, deixo-vos só um desafio, mas dos giros;
Conta-me uma situação cómica que tenhas passado na praia(com amigos, sozinho, tanto faz...)
(ps- quando quiserem dobrar uma tshirt bem direitinha para ela caber na mala, cliquem aqui...Quem é amiga?Quem é? - eu com a dislexia não consigo dobrá-la como no vídeo ... (lol))

14 comentários:

organismo disse...

crap, i have no stories on the beach.*

organismo disse...

ah: qq coisa abaixo de factor 35 i es uma inconsciente assassina, LOL

Wakewinha disse...

Anocas, sem te dar nas orelhas (e quem sou eu, porque em Junho deste ano, depois de dormir 8h seguidas - pasma-te! - na praia fui parar ao Hospital com uma insolação), vou contacr-te a história mais estúpida, que me aconteceu exactamente na semana passada na praia junto ao 7º!

Eu ando sempre de óculos de sol. É um vício, algo que não consigo explicar... Então lá vai a je para a água sem se lembrar de deixar os óculos fashion na mala!!!

Vejo uma boa de uma onda e mergulho lá para "dentro"! Quando subo reparo que tinha uma coisa a menos: os meus óculos preferidos, aqueles que já eram a minha imagem de marca.. engolidos pela imensidão do oceano! ='(

Agora ando de óptica em óptica a tentar encontrar uns iguaizinhos! É que tem mesmo de ser. Porque eu sem aqueles óculos já não sou a mesma! =S

Dumb disse...

Do melhor que já me aconteceu numa praia foi adormecer de manhazinha, que para mim era o fim do dia, numa praia deserta, e acordar a meio da tarde com um barulho infernal.

Estava vestido, a suar que nem uma lagosta e de boné na cabeça. Quando o tirei estava com uma marca, tipo preto por baixo, branco por cima.

Zuco disse...

Era um café FORTE que esta primeira semana de trabalho depois de vir de férias é muito complicada!

Historias giras na praia? Só com gajas e barbatanas! Estilo ensinar uma filha de 5 anos a nadar de barbatanas ou aproveitar para nadar até onde já não há ninguem e "fazê-lo" á golfinho.

Haka disse...

Estória na praia não faltam.


A mais recente [ke é muito fraquinha], foi passada segunda feira...

Tavam lá uns alemones meios irmãos, um é mesmo português e mora no porto, o outro mora na jérmane. Pus-me lá a jogar com eles com aquela cena que faz "piuuuuuuuuuuuuu" [pa, sei lá o nome disso] com o camarada Rodas. O alemone mais novo, que é português, tinha(e tem) 12 anos. Ainda lhe tentei impingir o número da tua prima Inês, e inda mandei a Mari dar-lhe o tal número, mas ele não quis. (ainda o insultei bastante por causa disso)

O que me safou, é que ele disse que tem uma prima a morar nas antas, de 16 e bastante jeitosa. Como não tinha o número dela, eu pedi-lhe o nome do pai, para eu ir ver á lista, telefonar, pedir morada, e ir ter cua prima. Mas... já me esqueci do nome do pai!!! DAMN.

sombr|A|rredia disse...

Levar com um chapéu de praia,como eu e mais 2 amigas levamos na semana passada devido ao forte vento que se fazia sentir, serve?
lolol
(ninguém se maguou, foi a nossa sorte)

Andreia disse...

eu não sei...para mim praia e traumas só mesmo ter de levar com fotos desnudas da minha pessoa com 3 anos.
sim, a seguir a -por-miudo-a-mijar-na-agua-se-nao-for-pior-que-isso, só mesmo levarem as criancinhas para a praia bebézinhas e nuas portanto.
Não sou Vanessa Micaela, mas já sabes que o meu Andreia Catarina é um sucesso cofff.

NickyBlue disse...

Uma das praias que frequento deve ser mesmo fraquinha porque o que costumo ouvir é o seguinte: "Michel, vien ici!!! Michel, Michel!!! Anda cá meu filho da p..."

rps disse...

Se as praias, em vez de areia, tivessem relva e árvores para fazer sombra, eu teria, decerto, muitas histórias para contar.
O mar merecia melhor.

organismo disse...

Lembrei me. Uma x levei o meu cão á praia em maio (ele é preto), apanhou sol i ficou cas orelhas castanhas claras.
Ate hj, modifiquei a cor natural do meu cao.

Agr riam se todos á parva ca minha historia mirabolantemente hilariante, AHAHAHAHAH
:|

Rukinha disse...

humm na praia? nada de mais... =P pa proxima tem mais atençao:P ihih

Rukinha disse...

PS: consegui dobrar a minha tshirt!!!! =D

Anónimo disse...

Que a cafeína te continue a trazer o bom sabor das palavras escritas e que se podem ler.

felicidades.

PS- em caso de leres esta mensagem, fica aqui registado www.evasoes-infinitas.blogspot.com

é meu e transmissível a todos os que gostam simplesmente de escrever. Passa por lá...