zZz

Tamara Lichtenstein
Sonho com o dia em que acordo de manhã, pisco os olhos e, de repente já são onze da noite...assim, sem querer e sem dar por isso.
É sono, senhores e senhoras. É assim que se chama.

8 comentários:

Tulipa disse...

O sono não se acumula :) não vale a pena dormir 12 horas uma noite e não dormir outra noite...

Ana, Dona do Café disse...

Tulipa, eu sei :( O problema é mesmo ter que me levantar a horas normais e andar embalada em 'horário de verão'; este tempinho manhoso tenta-me dizer para actualizar o horário mas, fica difícil passar de me deitar às cinco da manhã para acordar às sete e meia. Tende dó! :P
A*

Domingos Pereira disse...

o teu desabafo faz-me lembrar daquele filme em que o bacano tem um comando que lhe permite avançar no tempo... quando dá por ele está velho e a morrer e não viveu nada...

conclusão:
cuidado com o que desejas

Ana, Dona do Café disse...

Txii, eu vi esse filme :P
Era só uma vez, num daqueles dias em que custa muito muito acordar. Tu não percebes, não padeces desse mal, que eu sei! *

Ana Paula Vergas disse...

como eu te entendo... isso acontece-me com mais frequência, naqueles dias que sei que vão ser particularmente difíceis (dias em que temos que ir tratar de três mil papeladas à loja do cidadão, ou estar com gente porque "temos" que estar). já os dias em que simplesmente não tenho vontade de enfrentar a sociedade (e tornar-me siamesa do klipan), são mais na época do natal e afins (recheadas de dizeres bonitos e pouco sentidos)...

Pirate disse...

Um sono assim já e perigoso...a vida passs por nós e não damos por isso. As depressões começam assim.
A não ser que tenhamos feito uma directa e o cansaço seja tal que 12horas seguidas não chegam...
Compreendo no entanto a sensação.
Tão bom sonhar para escapar à realidade opressiva e rotineira do dia a dia...

asmodeux disse...

e tornar-me siamesa do klipan),???
רבות הדרכים

Pirate disse...

A never ending nap! LOL