parabéns a ti

Podia saber a um fruto, vermelho, sumarento, doce como só ela sabe ser. 
Ser um conto de fadas, uma estória de amor e desamor, de lágrimas tristes e de sorrisos salgados, de sonhos, desejos, magia e coisas por inventar. 
Podia ser um sítio escondido de todos, calmo e tempestuoso por vezes, onde todos os caminhos se cruzam e nos encontramos sem bússola. 
Podia ser somente uma pessoa comum, como tantas outras pessoas que se cruzam connosco todos os dias, que nos observam com curiosidade, ou como se fossemos transparentes. Mas não é.
É dona de um coração que nem um ecocardiograma seria capaz de medir o seu tamanho, de um abraço como só de uma mãe conhecemos, de um sorriso que vale a pena merecê-lo e roubá-lo e não o deixar escapar.
Ela é assim, acreditem. Podia ser uma outra pessoa qualquer, podia mas não é. 
Chama-se Deia e deixou de acreditar em histórias de encantar, para se tornar a protagonista de uma e hoje está de parabéns pois, há vinte e cinco anos veio a este mundo para nos surpreender e para ser a pessoa maravilhosa que se cruzou comigo há sete anos e que me conquistou, sem querer...
Que tenhas muitos sorrisos para nos dares, que os teus sonhos sejam mais bonitos do que os que imaginas  e que eu esteja presente onde quer que a vida nos leve.
Parabéns minha Deia ou, como quem aqui diz, RosaCueca.

3 comentários:

Rosa Cueca disse...

Estou aqui agarradinha ao Sushi, com a lágrima ao canto do olho.
Ohh abracinho :) * Obrigada amora.

Ana, Dona do Café disse...

Desculpa ter-te acordado :p Esse fuso-horário de bicheza trocou-me as voltas * parabéns

Xereca Encantada disse...

É verdade sim sra! 25 anos a virar frangos como ninguém!!! As maiores felicidades!!!
Teresufa!