e que tal... um café?

Ficas caladinho(a) só a olhar ou és capaz de meter conversa com aquele(a) rapariga/rapaz que está na mesa do café ao teu lado a "fingir" que não está a olhar para ti?
Aquela troca de olhares.. aquele embaraço todo...
Contem-me lá uma situação mais engraçada vossa de flirt num café; se não souberem inventem (mas uma invenção das boas! :p)

12 comentários:

Del Giorgio disse...

já inventei uma contigo... ;P
in a heartbeat *

Ana, dona do café disse...

Exactamente...e tudo começou numa mesa de café.
para quem não sabe (fica desde já a saber) que a minha aventura "mesa de café" surgiu a partir de um conto escrito a duas mãos (uma minha e a outra do del giorgio)...e de um mesmo encontro numa mesa de café.
something in your eyes has got me hypnotized..in a heartbeat.

Escusado será dizer que flirt resultou (ahahah!) e passou por conversas sem nexo, e aquele jogo que, para alguns se chama "quantos queres(isto: Quantos queres?)...e pronto, mais não conto, só vos digo é que resultou muito bem :P tra la la
beijo

Andreia disse...

Hummm agora assim a que me lembro melhor é..
Bem eu tinha cerca de 13 anos paí (coisa de pita portanto lol) e costumava ir almoçar a um sítio cá na Lousã...Recorrentemente encontrava um rapaz (que era mais velho que eu...devia ter uns 18/19). Ele era giro e eu reparava que ele constantemente estava a olhar p mim. O que se passa é que ele nunca me falava ou vinha ter cmg. Passava por ele na rua e cumprimentava e nem o nome dele sabia lol.
Depois num dia em que estava a ir buscar o correio (belíssima de pijama e pantufas) e qual é o meu espanto era ele. Montado na sua mota a distribuir o correio.
Não deu em nada e ele foi estudar fotografia pó Porto lol.
Outra vez, não em café, recebo no hi5 (antro de degredo :P) uma msg de um rapaz que tinha estudado na escola do meu pai há uns anitos e que, confessava-me ele agora, gostava de mim...Agora percebo porque é q ele insistia em pagar-me bolos e jogar damas lol. De notar que o gostar deve ter-lhe passado depressa pq rumores há que o meu pai uma vez lhe deu um cachaço pq ele tava a perguntar pela filha lol (na brincadeira claro ele n o aleijou :P).
Depois tenho aquela em que tudo começou com uns olhares num concerto apinhado de gente e que um ano depois deu em namoro dos à séria lol...Enfim tenho mais histórias mas agora assim caricatas não me estou a lembrar.

Kika disse...

Ora bem estava eu na quarta nuns anos, a jantar num restaura la atras da Zara na baixa, quando reparo que a duas mesas à frente da minha , ta um gajo que nao pára de olhar para mim :x
De inicio nao dei importancia! quando os meus kridos meninos do curso resolvem oferecer uma rosa a cada menina do curso la presente no jantar, la foi ele buscar uma planta á rua e mandar-me entregar com um bilhetinho com a frase mais batida de sempre " uma flor...para uma flor" :x
quando eu estava ja a bazar lá do sitio para irmos tomar café, ele resolve vir ter cmg e apresentar-se e pedir desculpas pelo incomodo todo LOL :x

brun0.m@rkez disse...

cafe não, mas no cinema já me deu assim uma doidice de dizer a uma boazona linda ao meu lado (amiga de amigos comuns) "bem, podia estar aqui com conversas de treta e dar-te uma tamanha seca ou então podiamos passar já à acção, que dizes?!" - e então beijei-a!

correu bem e graças a um momento de coragem mantenho um relacionamento com ela há quase 6 anos! :P

Her Pimp disse...

Também eu tenho uma estória para contar.
Era uma vez...
Certo dia, entrei pelo café do meu vizinho "Tó Bardina" e eis que me deparo com uma deusa, Deusa Sofia de Sandro Melão. Era Linda (Linda Maria Melão) a sua irmã adoptiva, das duas não sabia para qual me virar, então tive a ideia fantastica de atacar as duas. Era piscadela para cá, apalpão para lá, enfim passado duas horas ja estavamos a fazer uma "ménaije" a três. De repente o pai das duas Meloas entra, de ripeiro na mão e dá-me uma paulada no focinho. A partir deste dia nunca mais dei com "flirts" em raparigas.
E tudo acabou em final feliz, eu com um enorme galo na cabeça e elas todas ardidas por causa do meu "flirt", e que grande que é o "flirt"...

vaskissimo disse...

Assim que me lembre pah... num café?? não sei bem... deixa-me lá pensar um bocado...

...(um bocado)...

Eu sou do tipo caladinho, timido, de ficar num canto a ver a banda passar, sem dar por nada à minha volta... pronto... uns olhares ainda topo, agora ver se há interesse ou não, não consigo deduzir... mas pera aí que eu agora já me lembro duma situação caricata num café...

Houve uma troca de olhares fulminante logo que entrou pela porta do café... eu, fiquei embasbacado ao reparar que ela me olhava com um ar guloso e manhoso... não consegui conter a provocação e lambia o chantilly do bolo que tinha na mão de uma forma ofegante e saborosa... ela sentou-se e pediu um capuccino e uma pirâmide de chocolate... haviam de ver aquela boca carnuda a devorar a piramide, lambendo-a e mordiscando-a como se tratasse de uma... pirâmide de chocolate!! Q tesão gastronómica... só pensava no chantilly da minha boca a cobrir aquela pirâmide e juntos usufruirmos de toda aquela doçura e tesura numa foda que dura e dura...
Ela piscou-me o olho e acenou com a cabeça... eu levantei-me e cheguei-me perto dela... levantou-se e disse-me perto dos labios "vou à casa-de banho"... senti um arrepio na espinha e percebi o que estava subentendido naquela frase. Ao ouvido e com a voz mais sensual que alguma vez me saiu, perguntei "vais cagar??"...

nunca mais a vi...

Del Giorgio disse...

pq chamam "casa de banho" à casa de banho? aquilo é n é uma casa, é só uma das divisões. eu sou dos q acham mal...

Zezola disse...

Eu em cafés só com as empregadas.
E não lhes dou logo beijos na boca porque sei que elas queriam.

Miss I disse...

Bem, eu sou um bocado (é favor) distraída, portanto suponho que pode passar um homem lindo à minha frente com o nº de telefone na testa a dizer "liga-me" que eu não reparo. Sendo assim, fico-me por deitar olhares aos amigos dos amigos. Acho que nunca conheci ninguém por iniciativa própria, mas enquanto eles a tiverem.. tá-se! ;)

Carriço disse...

Ao primeiro sinal... faço por desviar as atenções, uma vez que o meu flirt se deu há quase 8 anos e ainda hoje está de boa saúde! :)

Saudações

MrX disse...

Hmmm... Histórias de flirts não me faltam, mas geralmente não dão em grande coisa e é mais no comboio que no café! ;)
Tenho uma situação descrita (real ou não...) no meu blog "Deambulismo" (http://deambulismo.blogspot.com) sob o título "Olhares". Se tiverem curiosidade, passem por lá. :P

Beijos,
MrX