A eterna dúvida informática...

@

Ana, como é que se faz aquele A com uma rodinha à volta?

E são assim as primeiras dúvidas informáticas da minha pequena irmã...

(Melhor só o meu pai que me ligou e todo baralhado porque não encontrava no portátil o símbolo da bateria na barra de programas- aquela que tem os ícones pequenos ao lado das horas; virei-me para ele e disse:~
- Pai, tira então o cabo da alimentação da corrente e vê se te aparece o ícone, é tipo uma pilha...
- Já está.
-E então?
- Agora estou sem rato!
- Sem rato? A que propósito? Desligas o portátil da corrente e ficas sem rato?
- Ai espera, afinal tirei o fio do rato...

Mais uma vez, no comments.

Pai, eu avisei-te que isto vinha para o blog!) :P tra la la la...

8 comentários:

Natural disse...

hahahaha!
:)
lindo!

Miss I disse...

Já perdi a noção à quantidade de pessoas que me perguntou como é que se fazia o A com a bolinha à volta.
Mas só uma pessoa é que reclamou que o porta copos do computador funcionava muito mal porque sempre que tentava pôr lá um copo ele fechava-se sozinho..

(Claro que também temos aqueles casos do computador não ligar e depois não tinham ligado o botão da tomada.)

vaskissimo disse...

lololol
mázinha pah... eu tb começei assim pah... ao menos hoje as duvidas são mesmo de html, templates, bla bla bla... ;0)
bjo

celeman disse...

Só queria saber aonde fica tão interessante café:)

murdoc disse...

"- Sem rato? A que propósito? Desligas o portátil da corrente e ficas sem rato?
- Ai espera, afinal tirei o fio do rato..."

Lolol 5estrelas.. o que eu já m ri!! lol
Um bejo

Hrrada disse...

llooll

Eu nem ponho aqui as que a minha mãe me põe pra não a deixar mais envergonhada do que a deixo quando desato à gargalhada ao tlm lol ( muaa mummy :P )

mua gémea ;)*

Del Giorgio disse...

a minha mãe de pc's n percebe nada. tem a 4ª classe e com mto orgulho. n somos todos filhos de doutores e engenheiros. mas manda as suas bacoradas, claro. no natal disse q queria como prenda, 1 voice mail...

Ahraht disse...

Coitados dos nossos velhotes. há-que estimá-los, pois continuam a entusiamar-nos com etas fenomenais tiradas. Parabéns por este blog divetidíssimo.