Peregrino?!

Antes de mais nada estou francamente a PASSAR-ME pois sempre que eui escrevo neste Blog e tento "publicar" o que escrevi perco o texto todo.... Isto não é normal...

Começo por seguir o exemplo e indicar o que tenho na minha carteira :

* Porta moedas (uma "pochette" da MNG lindaaa só para moedas... ó € a quanto obrigas)
* Uma Carteira de Documentos (uma mania minha é inscrever-me em tudo quanto são clubes então eu estou cheia de cartões de tudo e mais alguma coisa eheheh)
* Chave de Casa de Aveiro, do Porto, e às vezes do Carro (quando a mamã ou o papá emprestam)
* pastilhas elásticas de menta (das verdes TRIDENT - deixa um excelente cheiro na carteira-)
* Uma caneta e a minha agenda da ANN GEDDES (esta agenda é o meu mundo, tem bilhetes, anotações, papeis por exemplo da Coca-Cola (é que neste papel de uma garrafa de CC tem lá o meu jogador favorito da Selecção da Holanda, o magnifico Ruud van Nistelrooij, um papel tb de publicidade de um queijo saloio (costumo brincar com o Bruno atribuindo nomes próprios aqueles animais típicos que aparecem nos queijos (eu digo que é parecido com ele e ele diz que é parecido cmg ) :P
* Os meus 2 telemóveis.... Yorn e TMN (sendo que trago sempre o auricular do meu Nokia pois dá para ouvir música... )
* E porque sou mulher e sou vaidosa, um necessaire que contem tudo e mais alguma coisa desde verniz, lima, baton, sombra, lápis, lenços papel etc etc etc...
* Uma carteirinha muito gira que tem um terço (que era da minha avó, ela andava sempre com ele nunca o deixava em casa e foi com ele que eu aprendi a rezar), e um fio de ouro (que andou uma vida ao pescoço do meu avô)...

O tema do meu tópico foi "peregrino"... procurei num site e encontrei www.peregrino.org... Conheço uma pessoa que me diz que o dinheiro compra tudo e com dinheiro nós temos tudo, eu sempre disse que a fé a a saúde o dinheiro não compra... parece que me enganei, a fé de uma pessoa não é nada que uns 500€ não paguem... é incrivel como é que as pessoas podem ser tão comodistas que até precisam de quem lhes pague as promessas.... Se uma pessoa não pode pagar uma promessa pois está incamacitada por algum motivo, das duas uma.... ou é sincera e sabe que não o poderá fazer e então nada promete ou então se já prometeu e não o pode cumprir... a Entidade Superior com toda a certeza que desculpa pois a pessoa fez o seu papel não contava com tal imprevisto. (A minha mãe prometeu ir a Fátima a Pé se nesse ano acabasse com boas notas o que conseguiu, tentou ir a Fátima mas desmaiou umas 6 vezes pelo caminho teve que regressar, mas a Entidade Superior claro que desculpou pois o dinheiro a fé não compra... TENHO DITO... :p

3 comentários:

Ana, dona do café disse...

Olá =)

Eu muito sinceramente não acredito em praticamente nada relacionado com a religião católica, por isso ao falares-me dessa do Peregrino, nada me espanta, porque essa grande "empresa" com sede no Vaticano tem histórias pa dar e vender...
Sou suspeita neste assunto, é preferível não falar; mas para quem acredita, dar-se à estupidez de pagar a alguém pa lá ir rezar as ladaínhas e cumprir promessas...oh por favor...!
Uma coisa é a fé, e cada pessoa é livre de pregar a que deus for, outra é aldrabar e ganhar dinheiro à custa da ingenuidade dos outros...
Que mundo este..!
beijo

Del Giorgio disse...

E eu que sou novo por estas andanças começo por dizer "mais coincidências...."
Essa do site do peregrino vi na RTP de manhã antes de sair de casa e confesso q até já saí 1 pouquito + bem disposto. Pelo menos a rir-me!! :PP
Olhem só para a cruz! (Não tou a falar no Carlos...) Como é q podem usar 1 objecto de tortura e fazer dele 1 símbolo de veneração? A "cruz" não passa dum símbolo comercial para a igreja. Tão a ver aquele risquinho q parece 1 espermatozóide com a cabeça bicudinha? (sim, o da Nike), o efeito é o mesmo...
Mas pronto... rezem muito se isso vos faz sentir melhor. Se isso lhes dá força para continuar, porque não? "Muito" mal n lhes fará...

Del Giorgio disse...

Ah... sorry mas esqueci-me... E leiam o livro "Porque não sou cristão" de Arthur Schopenhauer e reflictam 1 pouco, se quiserem.
Mas compreendo que em tempos + antigos, os ideais fossem outros e os pensamentos fossem muito mais castrados mas também compreendo o q represente para a Joana o terço q era da sua avó. Não importa o seu uso, mas o seu valor sentimental.
E pronto, já me calei...