The eternal sunshine of the spotless mind (ou, o Brilho eterno de uma mente sem lembranças)

(dedico este post "e este filme" a alguém que me tem mostrado de que são feitos os momentos em que consigo ver de olhos fechados)
.
Acabei agora de ver o filme the eternal sunshine of the spotless mind, que achei verdadeiramente fantástico. Este filme, para além de ter um elenco com boas interpretações (Jim Carrey e Kate Winslet - como protagonistas, Kirsten Dunst, Mark Ruffalo, Elijah Wood) é daqueles filmes que nos fazem passar a vida à frente dos olhos. Apesar de ter esse grande nome da comédia, Jim Carrey, como protagonista, desenganem-se aqueles que pensam que vão ver um filme onde Carrey nos brinda com a sua capacidade para nos fazer rir, porque a grande carga emocional deste filme provoca-nos sensações de nostalgia e, posso dizer, de apega ao que de bom guardamos pelas experiências que nos fazem ser quem nós hoje somos.
Imaginem que num momento da vossa vida pretendem apagar todas as recordações que guardam de uma pessoa que amam, todos os momentos que passaram com ela, todas as pequeninas coisas que viveram com ela mas de que não se querem lembrar mais, ou porque vos faz sofrer, ou porque acham que será o melhor para poderem continuar a vossa vida. E se uma empresa vos desse a possibilidade de vos apagar todas essas memórias, como se elas nunca tivessem existido; será que preferiam correr o risco de apagar tudo o que se relacionasse com essa pessoa para seguirem em frente e apagarem também o vosso sentimento, ou será que se iriam arrepender de o fazer?
É mais um daqueles filmes que me deixam a pensar, a pensar muito até. Não serei das melhores pessoas para falar de um filme destes que se debruça de uma forma tão silenciosa pelo tema dominante - o amor.A pensar em todo o simbolismo das pequenas coisas, das pequenas relações e interacções que temos com as pessoas e que nos vão construindo por dentro sem darmos conta. Afinal de contas, somos o resultado de uma série de trocas afectivas e comunicacionais que nos vão moldando a personalidade, provocando reacções e fazendo-nos criar objectivos e expectativas em relação a tudo o que diz respeito à nossa identidade própria.
Para finalizar, para além do convite que vos deixo para verem este filme, sugiro-vos uma visitinha ao respectivo site (que está muito bom) e uma leitura...de duas citações que são proferidas no filme:

"Abençoados são os esquecidos, pois eles ficam com o melhor, mesmo com os
seus erros."
Nietzsche

"(...)Feliz é o destino da inocente vestal
Esquecida pelo mundo que ela esqueceu
Brilho eterno da mente sem lembrança!
Cada prece é aceite, e cada desejo recusado (...)"
Alexander Pope (extraído da obra Eloisa to Abelard)


um filme de: Charlie Kaufman, baseado na história de Charlie Kaufman, Michel Gondry e Pierre Bismuth

15 comentários:

Ana, dona do café disse...

Humm,esqueci-me de dizer que é com esta música que o filme acaba (adoro! :p)


Change your heart, look around you
Change your heart, it will astound you
And I need your loving like the sunshine
And everybody's gotta learn sometime
Everybody's gotta learn sometime
Everybody's gotta learn sometime
Oooh

Change your heart, look around you
Change your heart, it will astound you
I need your loving like the sunshine
And everybody's gotta learn sometime
Everybody's gotta learn sometime
Everybody's gotta learn sometime
Oooh

Everybody's gotta learn sometime
Ever
by Korgis

tra la la :)

Del Giorgio disse...

Gostava de ter visto esse filme contigo mas... n deu... ;)

I need your loving oohhh even wihtout the sunshine
by Jorgis

Andreia disse...

Nem preciso de dizer que quero ver...
5ª emprestas-me, para retribuíres o jantar que vou cozinhar para ti loool.
Beijos :)

Sandro disse...

Coincidência...
Aluguei este filme para ver esta noite!
Já me tinham dito bem dele, e agora leio o teu post e fico ainda mais curioso.
Vejo-o hoje, e digo qualquer coisa depois.
Beijo

Sandro disse...

Já experimentaste ler o poema de Vinivio que tens na mesa de café ao contrário?
Resulta...

Andreia disse...

Realmente continua a ter lógica...mesmo ao contrário...
Engraçado...

:)

Anónimo disse...

EU SEI!! EU SEI QUE SOU UMA AFILHADA DESNATURADA! :S lololol :)
Olá madrinha! Olá Deia! :) Madrinha, desculpa este tempo todo sem vir ao teu estabelecimento! Sou uma ingrata! lol :)
Vim aqui tomar um café, saber como andam as coisas e tal (porque é jovem! :D)... Actualizar-me, saber como andam as meninas, que já ñ vos vejo há imenso tempo! (por este andar passa o resto do ano lectivo e eu sem vos pôr os olhos em cima! lol), as renovações do café que me parece com umas decorações novas (e já vi ali o meu photoblog! LOL --> que privilégio! Num blog tão frequentado ter ali aquela espécie de coisa... LOL :) ).
Quanto a minha futura história dos media (é isso ñ é?).. Epá, é como eu disse.. futura! (ainda ñ xeguei lá.. :S Por enquanto ainda me fico com ciências sociais, matemática (que azia!), teoria da comunicação e outros tantos k vcs sabem!...)
Concretamente deste post.. confesso que tb ainda ñ vi o filme, mas já ouvi falar bastante... E se já andava mt curiosa para vê-lo.. dps de ler isto, ainda me aguçou mais o "apetite"! :) hehe
(Epá.. isto já tá grande.. :S LOL)
Fica aqui uma beijoca gigante e um pedido de desculpas por este desleixo tão grande da minha parte (eu sei k já estavas com saudades!! :P Sua maluuuuca!).
Votos de muito boa sorte para os tempos difíceis e desagradáveis que se avisinham! :S (uuuuui.. :( )
***************
Su


PS: É verdade madrinha.. Eu fui parar ao blog do Mário (MrX) atvs do teu blog. :) lol Foi assim uma espécie de "amor à primeira vista" pelos posts dele.. LOL :) (como acontece k/ os teus e da deia tb! Ao ler coisas assim sinto-me ainda mais minorca! lolol)
Fiquem bem******* ;)

Ana, dona do café disse...

Ai afilhadinha! Obrigada pela visita...até que enfim! lol
beijinhos (gostei da azia que mac provoca LOL! :P)

Brunito de Portugal disse...

Ja vi esse filme ha algum tempo e realmente é um filme 5 estrelas, recomendo.

x-pression disse...

Quanto ao filme ainda não vi mas fiquei com interesse em o visionar apos ler a tua critica. Quanto as perguntas que colocaste.... para mim a questão era simples.... eu não "financiava" nenhuma empresa para me "remover" essas "más" memorias pois estas fazem parte da minha vida e me ensinaram a enfrenta-la com outra força, ensinaram-me novas coisas e situações, por muito más que ate possam ser tem o seu lado funcional e bom, são conhecimento e com os erros se aprende :)

NR disse...

:-) Bjos

soldeinverno disse...

prometo que vou ver... jinhuz

Anónimo disse...

Ora aqui está algo de pura sociologia... ainda não vi o filme mas deixem-me dizer que vou ver concerteza...e espero solenemente que a mensagem do filme se foi a descrita tenha servido para alguma coisa a quem já o viu...
Saudações Académicas
FORÇA BRIOSA!
ASS: _Snakebite_

Hrrada disse...

Great movie :) Tb a mim me deixou a pensar... Há kem diga k seria realmnt feliz s apagasse algo ou alguém k por algum motivo lhe causou sofrimento, mas, tal como tu, eu sou apologista de k esses momentos me ajudaram a tornar na pessoa k sou hj :) É cm dizem por aí "1 pontapé no rabo empurra-t prá frente" ;) Aprendi a crescer c/ as desilusões e a eternizar as alegrias ;)
*muah*

Anónimo disse...

So eu e k nao curti esse filme?a historia e fraca....e nao tem sangue,nem violencia,nem sexo,nada aprender dai...fraquito