questão de inteligência?

Hoje li isto -> Mulheres Inteligentes têm mais dificuldade em casar.
Deve ser por estas e por outras que, de cada vez que a minha avó me mostra o meu enxoval, eu encolho os ombros e digo:
- Não sei para quê...

...mas agora a sério, acho que esta história toda prende-se só com isto: quando eu me casar, não me interessa que o meu noivo seja o rapaz mais bonito do Mundo, não me interessa que ele tenha tirado uma data de cursos e seja licenciado em curso x e seja mestre em curso y, não me interessa se é dono de uma grande empresa e que ganhe uma data de dinheiro ao final do mês; e estão vocês a pensar " sim porque o que interessa é o interior da pessoa", sim sim, mas...(agora vem a parte que vocês vão achar estúpida, mas eu não me importo) eu penso que quando fôr velhinha vou querer alguém de quem eu goste, que me consiga ainda surpreender, que me faça rir, que partilhe comigo memórias, que seja a minha companhia preferida. Para quê complicar com "inteligências"?... há gente inteligente completamente desinteressante.

Factores como o casamento tardio por causa da emancipação da mulher e da dedicação crescente que esta demonstra em relação aos estudos e trabalho como prioridade na sua vida, isso sim, é um facto, agora a inteligência? Ficam mais inteligentes, olham para os homens e acham-se superiores e não querem casar? Que raio de pensamento... :p (e não, não me estou a referir ao link acima mencionado).

Tudo bem que todas nós sonhamos com o casamento tra la la, tudo bonito e convidados e cerimónia, mas...será que é isso mesmo que interessa?
- Avó, desculpa lá, mas eu estou-me nas tintas para o casamento.

ps- quanto àquela história de hoje ser o dia mais deprimente do ano, o único motivo pelo qual deviam ficar deprimidos (hoje, ou noutro dia qualquer) seria por andarem a estudar porcarias sem nexo nenhum, em vez de andarem a gastar tempo e dinheiro a pesquisarem curas para doenças e a ajudarem realmente quem precisa. O que é que me interessa que andem a gatafunhar cálculos de infelicidade se, se eu chumbar no exame que fiz hoje o mundo não acaba?
outra coisa(hoje estou uma mãos largas), fiquei de boca aberta com
esta página, e não, não tem nada a ver com este assunto, mas tava em webzapping e deu isso.

15 comentários:

Andreia disse...

Deixa lá carinõ, quando cá vieres mostro-te a minha mala enorme, cheia disso tudo. Ele é lençóis, toalhas, edredons, colchas e o diabo...

Houve uma altura em que eu pensei que sim senhora, quero casar, ser feliz, ter filhos, blablabla. Depois pensei: "Oh Andreia, mas tu és parva ou fazes-te? Porra miúda, vive a tua vida" e fez-se luz nesta cabecinha.

Claro que tenho o desejo secreto de encontrar alguém com quem valha a pena estar, que passados dois dias ou 20 anos me dê o mesmo sorriso de manhã.
Nem que os sentimentos mudem (porque mudam...), respeito, carinho, cumplicidade, companheirismo, são palavras que fazem muito sentido em mim e isso também são formas de amar.

Del Giorgio disse...

Dizes q n te interessa alguém com o curso x e mestre no curso y pq há gente inteligente completamente desinteressante. Ora vejamos: então só quem tem cursos x's e y's é q são os supostos inteligentes. Quem n tem curso nenhum, é burro. Obrigado pela parte que me toca. Um bom pensamento há PP: quem é pobre, é pq quer e n pq nunca teve oportunidades p +.
Nem todos tivemos pais q nos pagassem os estudos e nem sequer todos podemos ser doutores e engenheiros pq senão.. daqui a uns anos ngm trabalha. Só temos quem mande!
Mas pronto, n te tou a chamar fachista pq até és uma miúda q dá valor ao q realmente o tem. Só q eu quero uma gaja rica! :D

Del Giorgio disse...

Pronto... sou tão burro q escrevi "há PP" em vez de "à PP" mas nisso tenho desculpa. Simplesmente escrever "PP" faz-me comichões no cérebro e nos dedos e até já nem escrever sei.

Ana, dona do café disse...

é triste notar que por interpretaçoes completamente erradas haja comentarios destes.
nao sei quantas conversas ja tivemos sobre isto, ate ontem falámos disto, se bem te lembras.

eu sobre isso ja nao comento, pq nao vale a pena, ja te disse tudo o que tinha a dizer. Fico somente triste e muito triste, por pensares que eu acho que ter um curso faz uma pessoa ser mais inteligente ou tem algum valor pessoal/social/valorativo para mim.

Del Giorgio disse...

Vejam se conseguem ler esse meu comentário com 1 sorriso nos lábios (sim, é possível). Sarcástico, mas sorriso.
Houve mal entendidos e cadeiras voaram neste café mas só quis destabilizar 1 pouco e ver se o empregado se enganava no troco...
Peço desculpa à dona do café se a fiz derramar... alguma meia de leite ****

Miss I disse...

Por acaso, acho que a minha mãe já desistiu de me ver casada! A minha incapacidade para aguentar namorados não me faz ver um futuro a dois, mas eu adoro estar sozinha! lol (Felizmente a minha avó nunca me veio com essa história do enxoval). Pessoalmente, procuro um gajo que me faça rir.. acho que é realmente aquela coisa mais importante. Ah.. e que seja minimamente culto (tipo saber que o Bush é presidente dos EUA e não da Comissão Europeia..). E a ideia de ser velhinha e conseguir reconhecer carinho no olhar e sorriso da outra pessoa é muito bonita!

Ah e claro que não acho que seja questão de inteligência, mas a verdade é que há miudas que casam com o 1º parvo que aparece.. isso se calhar aumenta o nº de casamentos na parte das moças não muito brilhantes.. mas tirando isso, não estou a ver a incompatibilidade! :)

Anónimo disse...

"Eu acredito no Amor"

Eu sinceramente ja acreditei mais, e certas situações da vida me fizeram repensar muito e questionar certos sentimentos. Ja Acreditei em AMOR verdadeiro...mas tb deixei de Acreditar, como diz François La Rochefoucauld:

"O verdadeiro amor é como a aparição dos espíritos: toda a gente fala dele, mas poucos o viram."

Nao creio que o interior da pessoa seja tudo. Infelizmente.

Bem.. vou parar por aqui!

André Tenreiro

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
NR disse...

Bjos. :-)

Serafim disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Serafim disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Ana, dona do café disse...

devido ao problema que tem vindo a surgir da pagina demorar a actualizar e o comentário aparecer repetido, tomei a liberdade de apagar o repetido :P sim?
obrigada,
a gerência do café

Del Giorgio disse...

A culpa n é tua. É do servidor do Blogger em geral. Tem dias q demora mto a abrir ou a deixar comentários mas quem faz 1 comentário é q tem de saber q basta deixar uma vez q ele acaba por aparecer. Se clicam de novo, aparece duas vezes e dão 1 trabalhão à dona do café e eu quero-a fresquinha :D

disse...

Oi, Ana!
Eu também me lembro de ter lido a tal matéria e também ter achado um tanto inútil, mas também acredito que o problema das inteligentes não casarem, não está nelas serem inteligentes de fato,ou na falta de inteligência dos homens, está é nos caras não se esforçarem muito para agradá-las, já que como vc bem postou: há muita gente inteligente desinteressante...
Contudo, eu continuo preferindo um inteligente...rs

disse...

Oi, Ana!
Eu também me lembro de ter lido a tal matéria e também ter achado um tanto inútil, mas também acredito que o problema das inteligentes não casarem, não está nelas serem inteligentes de fato,ou na falta de inteligência dos homens, está é nos caras não se esforçarem muito para agradá-las, já que como vc bem postou: há muita gente inteligente desinteressante...
Contudo, eu continuo preferindo um inteligente...rs